Afastamento por motivo de doença ou maternidade e aleitamento

 

De acordo com o Regimento do Programa de Pós-graduação em Química da UFSC (2010):

Art. 33. Nos casos de afastamentos em razão de doença que impeça o aluno de participar das atividades do curso, os prazos a que se refere o caput do art. 32 poderão ser suspensos, mediante solicitação do aluno, devidamente comprovada por atestado médico referendado pela Perícia Médica da Universidade.

Art. 32. O curso de Mestrado Acadêmico terá a duração mínima de 12 (doze) e máxima de (24) vinte e quatro meses e o Curso de Doutorado a duração mínima de (24) vinte e quatro e máxima de (48) quarenta e oito meses.

Parágrafo único. Aplica-se o disposto neste artigo aos afastamentos em razão de maternidade e aleitamento. Sobre a bolsa de estudo no período de afastamento leia a Portaria CAPES nº 248_19.dez.2011.